Atividades físicas podem estar relacionadas à Gastrite?

A gastrite é uma inflamação na camada que reveste o estômago e entre as causas mais comuns conhecidas para uma crise está a alimentação e o estresse. Mas saiba que a prática de atividades físicas também pode ter influência no surgimento da doença. Continue a leitura e veja de que forma isso pode acontecer.

As atividades físicas

As atividades físicas são fundamentais para a nossa saúde e devem ser praticadas regularmente, podendo contribuir positivamente para o funcionamento do sistema digestório, em específico, pois evita o estresse, um dos responsáveis pelo aumento do suco gástrico no estômago, intensificando as dores causadas por gastrite.

Além disso, praticar exercícios ajuda nas funções imunológicas, no peso e equilíbrio de hormônios, enquanto o estresse, além de piorar os sintomas de gastrite, causa problemas ao sistema imunológico e aumenta o risco de infecções e úlceras estomacais.

Cuidados

Quando você faz um treino mais intenso, pode acabar sentindo um desconforto ou dor. A questão é que com a prática de uma atividade pesada, por mais de duas horas, podem ocorrer danos ao intestino, sendo as principais atividades causadoras de riscos o ciclismo e a corrida. Segundo estudos da Universidade Monash, na Austrália, nestes casos o intestino é machucado, ocasionando um vazamento e permitindo que bactérias nocivas presentes no órgão passem pela corrente sanguínea, podendo causar a  "síndrome gastrointestinal induzida pelo exercício".

A maratona apresenta ainda mais incidentes de problemas gastrointestinais e maior gravidade do que o ciclismo. Em relatos de 73% a 96% dos competidores de uma maratona de ultra resistência, foram apresentados sintomas gastrointestinais severos. Estas mesmas queixas foram menores para os que participaram de meia-maratona. Isto acontece porque a capacidade no transporte de oxigênio pelo sangue é afetada por um desvio do oxigênio e sangue do trato gastrointestinal para os músculos, durante a corrida, aumentando a energia para aguentar a atividade e fazendo com que o estômago envie os restos de comida que não foram bem digeridas para os intestinos, por não aguentar a atividade causando sintomas como gases, náusea ou diarreia.

Pratique o equilíbrio 

As atividades físicas são fundamentais e  devem continuar, porém, para evitar problemas digestivos maiores, as práticas devem ser moderadas. Exercite-se regularmente e com menor intensidade, respeitando sempre  os limites do seu corpo.

 

Fontes: iG São Paulo e Dr. Juliano Pimentel. 

 

(47) 3222-3344 Seg. à Sex. das 07hs às 18:30hs
Sábado somente com horário marcado
Entrega de resultado: Seg. à Sex das 08hs às 18hs
Sobreaviso 24 horas - (47) 3036-6000
LocalizaçãoClique e veja no mapa