Como tratar os pólipos no intestino?

Muitos dos pólipos encontrados durante a colonoscopia podem ser removidos durante o procedimento através da técnica chamada Polipectomia. Os pólipos, embora sejam benignos, com o tempo podem crescer e se tornarem malignos. Por esse motivo é tão importante removê-los para prevenir o surgimento do câncer.

O que são pólipos?

Os intestinos grosso e delgado atuam em funções importantes em nosso organismo. Mas esses órgãos também podem sofrer com vários tipos de doenças, como é o caso do pólipo intestinal. O pólipo intestinal surge como resultado das alterações (mutações) dos cromossomos de algumas células da mucosa do intestino grosso, principalmente no cólon e no reto, fazendo com que modifiquem seu comportamento.  É uma das condições mais comuns que afeta o intestino, ocorrendo em 15 a 20% da população. Alguns pólipos são baixos e planos, outros são altos e se assemelham a um cogumelo. Quanto antes for tratado e removido do intestino, melhor, pois reduz o risco de que cresça e vire um câncer, tornando mais difícil e demorado de tratar. Ainda assim, mesmo quando curado, existe um pequeno risco de surgirem novos pólipos.

Causas 

Essas mutações no intestino podem surgir ao longo da vida, mas pessoas acima dos 50 anos estão mais propensas ao desenvolvimento dos pólipos. Entretanto, há um risco ainda maior quando o problema é hereditário

 

Sintomas

Na maior parte dos casos o pólipo intestinal não apresenta sintomas. Em casos raros, os pólipos podem causar dor abdominal, alterações nas fezes e no funcionamento intestinal. Portanto, a melhor forma de detectar a sua presença é com a realização de exames periódicos como a colonoscopia.

 

Tratamento 

Muitos dos pólipos encontrados durante a colonoscopia podem ser completamente removidos durante o procedimento através da Polipectomia. A colonoscopia é considerada o exame mais eficiente para a detecção de pólipos, particularmente pela possibilidade de biópsia e/ou remoção das lesões durante o procedimento.

 

Os pólipos podem voltar?

Uma vez que o pólipo é removido totalmente, seu reaparecimento não é comum, mas pode acontecer. Também podem surgir novos pólipos em locais diferentes, o que ocorre em cerca de 30% dos indivíduos. Por esse motivo, o acompanhamento periódico deve ser realizado com a ajuda de médicos especialistas.

(47) 3222-3344 Seg. à Sex. das 07hs às 18:30hs
Sábado somente com horário marcado
Entrega de resultado: Seg. à Sex das 08hs às 18hs
Sobreaviso 24 horas - (47) 3036-6000
LocalizaçãoClique e veja no mapa