CUIDADOS COM A ÉPOCA DA VIROSE

 

Existem dois tipos de virose: a respiratória e a gastrointestinal. A segunda é a mais comum no verão. Quando o tempo esquenta, as pessoas ficam menos em casa, saem da rotina, visitam outros lugares, fazem refeições em restaurantes, fatores que elevam o risco de enfrentar o problema. O próprio calor acelera a decomposição da comida, outro patrocinador da virose gastrointestinal que pode ser provocada por diferentes vírus, mas os dois tipos mais comuns são o Rotavírus, transmitido com muita facilidade, e o Norovírus que provoca a diarreia. Quando a inflamação da virose é no estômago, náuseas e vômitos são os sintomas mais comuns. Quando atingem os intestinos, cólicas abdominais e diarreia dominam o quadro. Porém, não é incomum o paciente sofrer com vômitos e diarreia ao mesmo tempo. Os sintomas da virose podem variar de intensidade de acordo com a resistência física de cada pessoa, mas geralmente eles são os mesmos: febre, diarreia, vômito, falta de apetite, dores no corpo, dor de cabeça e dor de barriga.

 

TRANSMISSÃO DA VIROSE

Na maioria dos casos, a transmissão é feita principalmente por mãos contaminadas pelo vírus. Fezes e vômitos dos pacientes contaminados possuem elevadas cargas de vírus. Se uma higiene adequada das mãos não for feita após cada evacuação, este paciente pode contaminar roupas e objetos, facilitando a dispersão do vírus. Pais que não lavam as mãos adequadamente após cada troca de fraldas do filho podem espalhar o vírus para o resto da família. Alimentos preparados por pessoas doentes (principalmente se crus ou mal cozidos) ou águas contaminadas com fezes também são vias comuns de transmissão.

 

TRATAMENTO DA VIROSE

É importante manter os níveis adequados de hidratação, já que o vômito e a diarreia podem provocar desidratação e perda de nutrientes no organismo, motivando quadros graves da doença. Portanto, é imprescindível beber muita água e soro caseiro. Água de coco também é uma excelente opção. Além disso, é importante repousar para uma recuperação completa e ingerir muitas frutas e verduras, evitando, ao máximo, alimentos gordurosos e salgados. A virose dura, aproximadamente, em média 4 dias. Se os sintomas ultrapassarem este prazo e se agravarem, é preciso procurar um médico. 

 

PREVINA-SE!

- Lave sempre as mãos e use sempre que possível o álcool em gel.

 - Nunca coce a boca, nariz e olhos com a mão suja.

- Lave as mãos após usar o banheiro, ou antes, de comer.

- Evite comidas que sofrem rápida decomposição com as altas temperaturas do verão, como maioneses, gorduras e frituras.

 

Com atenção e cuidados simples é possível aproveitar o melhor do verão com toda tranquilidade! 

(47) 3222-3344 Seg. à Sex. das 07hs às 18:30hs
Sábado somente com horário marcado
Entrega de resultado: Seg. à Sex das 08hs às 18hs
Sobreaviso 24 horas - (47) 3036-6000
LocalizaçãoClique e veja no mapa