Festas de Outubro e o Álcool

O mês de outubro é caracterizado por grandes comemorações na região sul do Brasil, sobretudo, a maior Oktoberfest fora da Alemanha, realizada tradicionalmente na cidade de Blumenau/SC. Tanto a cidade, quanto a festa são sinônimos de bebidas alcoólicas em abundância, principalmente a cerveja e o chopp. Portanto, diante destas informações, é importante dar uma atenção especial ao consumo destas bebidas.

 Pontos Positivos

Conforme as informações de especialistas que participaram do VII Congresso Europeu sobre Cerveja e Saúde, quando a bebida é consumida com moderação e acompanhada de uma dieta saudável, pode trazer benefícios a saúde, até mesmo ajudando a prevenir problemas cardiovasculares, como infartos, problemas respiratórios, obesidade, envelhecimento celular e favorecer a função cardíaca global.

Na cerveja, podemos encontrar até 50 tipos de polifenóis, compostos com propriedades antioxidantes que auxiliam a evitar o câncer e o AVC. Este também é um ponto positivo especialmente para os atletas, que estão sujeitos a doenças respiratórias, inflamações e infecções, e a cerveja funciona como complemento alimentar devido aos polifenóis. Além disso, comparada com as demais bebidas há um menor teor alcoólico, potássio e 95% de água, auxiliando na reidratação.

Falando de quantidades, indica-se que uma ingestão diária moderada de Chopp, por exemplo, seja de dois chopps por dia para homens e um para as mulheres.

O Outro Lado

Apesar dos pontos positivos, não podemos deixar de lado os alertas que o costume em questão nos traz. A gastrite, pancreatite, cânceres e problemas na absorção intestinal de algumas substâncias, por exemplo, podem estar associados ao álcool e é necessário tomar cuidado. Uma lata com quantidade de cerca de 340ml de cerveja ou um caneco de Chopp, por exemplo, já equivalem a uma dose com 14 gramas de puro etanol e uma garrafa grande de cerveja, vale por duas doses.

No sistema gastrointestinal, esta substância pode causar efeitos diferentes a cada órgão:

Esôfago – Desenvolvimento de varizes com risco de hemorragia e rasgadura na ligação entre o esôfago e o estômago, podendo levar à morte.

Estômago - Além de gastrite aguda e câncer, o álcool pode provocar enjoo, vômitos e perda de peso.

Fígado – O órgão pode ter um enfraquecimento, inchaço e acúmulo de gordura. Um único “porre” pode levar a hepatite aguda, também podendo ser fatal. Outra doença que pode ser desenvolvida e possui risco de morte é a cirrose.

Pâncreas – Pancreatite crônica. A doença também é fatal. Os alcoólatras desenvolvem a destruição do órgão pelos próprios sucos digestivos.

Intestino - Síndrome de má absorção.

 

Entre os benefícios e malefícios do hábito de consumo do álcool, a proposta é estar consciente e, diante disso, agir com responsabilidade. Por isso, divirta-se muito em outubro, mas consuma com moderação, respeito pelo seu corpo e pelas pessoas ao redor. Se for dirigir, não beba.

 

Fontes: Dr. Alexandre Firmo de Souza Cruz, Darci Eichlt e O Estado do Maranhão

(47) 3222-3344 Seg. à Sex. das 07hs às 18:30hs
Sábado somente com horário marcado
Entrega de resultado: Seg. à Sex das 08hs às 18hs
Sobreaviso 24 horas - (47) 3036-6000
LocalizaçãoClique e veja no mapa