Mitos da Endoscopia

A endoscopia é hoje um exame essencial para o diagnóstico e tratamento de doenças do aparelho digestivo. Mesmo sendo considerado um procedimento de saúde preventiva e com os aparelhos cada vez mais modernos e precisos, a endoscopia ainda causa medo por mera falta de informação e mitos que se criaram sobre o exame.

 

Mas, antes de dizer o que é mito ou verdade, saiba que a endoscopia pode ajudar a salvar vidas, pois pode detectar tumores ainda em estágio inicia, de forma não invasiva, o que aumenta e muito as chances de cura.


Fazer endoscopia dói? NÃO.
É um exame completamente indolor, no qual o paciente é sedado antes do procedimento, para evitar qualquer tipo de desconforto. 

Deve-se levar um acompanhante? SIM. Devido ao sedativo, é exigido que o exame seja realizado apenas se o paciente estiver acompanhado de um adulto maior de 18 anos.

Durante o exame, a respiração é comprometida? NÃO. O tubo endoscópico é introduzido pela boca e encaminhado ao esôfago; já o ar entra pelo nariz, passando pela laringe e traqueia até alcançar o esôfago. 

A endoscopia também pode ser usada para tratamento?  SIM. Pólipos e até câncer em estágio inicial podem ser removidos por meio de acessórios específicos. Hemorragias causadas por úlcera ou ruptura de varizes no esôfago ou estômago também podem receber o tratamento por meio da endoscopia digestiva.

A endoscopia é recomendada para pacientes com histórico familiar de problemas digestivos e também aqueles que sofrem com dor e queimação na boca do estômago, má digestão, azia, sensação de estufamento após ingerir pequenas porções de comida, e perda de peso e/ou anemia sem motivo aparente. Se você sofre de alguns desses sintomas, procure o seu médico para uma consulta.

 

(47) 3222-3344 Seg. à Sex. das 07hs às 18:30hs
Sábado somente com horário marcado
Entrega de resultado: Seg. à Sex das 08hs às 18hs
Sobreaviso 24 horas - (47) 3036-6000
LocalizaçãoClique e veja no mapa