Refluxo é mais comum do que você imagina

por Chirley Santana

Para quem pensa que refluxo é coisa apenas de criança, saiba que está muito enganado. A Doença do Refluxo Gastroesofágico, a DRGE, é coisa de adulto, sim. De acordo com uma pesquisa realizada pelo atafolha, em nove regiões metropolitanas do país, 12% da população brasileira sofrem de DRGE. Ou seja, em torno de 4,5 milhões de brasileiros apresentam quadros de queimação, azia, inflamação do esôfago e até lesões mais graves.

A doença em si consiste na volta do alimento, na forma sólida ou líquida, do estômago para o esôfago - tubo muscular que tem a função de conduzir o que é ingerido, da boca ao estômago. "Isso ocorre porque o esfíncter, uma espécie de válvula, localizada na parte inferior do estômago, apresenta mau funcionamento. O processo de abrir, para passar o alimento, e fechar, para impedir o seu retorno, não é realizado de forma adequada", explica o gastroenterologista da Digest, Dr. Renato Ernani da Silva.

Mas antes que você saia correndo para marcar uma consulta com seu gastroenterologista, porque justamente na semana passada apresentou azia após beber demais na confraternização com os amigos ou exagerou naquela comida gordurosa ou muito temperada, é bom continuar a ler as próximas linhas. Quando os episódios de azia de queimação são esporádicos, os especialistas consideram o processo normal.

Entretanto, ter a sensação de que um líquido amargo "queima" a garganta acontecer duas ou mais vezes por semana, aí é preciso ligar para seu médico. Saiba mais sobre DRGE, acessando no site boasaude.uol.com.br o texto "Azia: Bons hábitos e atividade física são palavras de ordem".

(47) 3222-3344 Segunda à sexta das 07:00 até 18:00 e
Sábado das 08:00 até 12:00
Entrega de resultado: Seg. à Sex das 08hs às 17hs
Sobreaviso 24 horas - (47) 3036-6000
LocalizaçãoClique e veja no mapa