Úlcera Péptica - Conheça suas causas e sintomas

O que é

A Úlcera Péptica,também conhecida como Úlcera Estomacal, é uma ferida no revestimento do estômago ou numa região do intestino chamada duodeno. Em casos raros, a úlcera péptica também pode se desenvolver no esôfago, recebendo o nome de Úlcera Esofágica.

Causas

A ferida pode ser ocasionada por bactérias em forma de espiral chamadas H. pylori, que podem danificar o revestimento mucoso que protege o estômago e o duodeno. Tumores cancerosos e não cancerosos raros em órgãos do sistema digestivo, causados pela síndrome de Zollinger-Ellison (ZES), liberam grandes quantidades de hormônio, fazendo o estômago produzir também grandes quantidades de ácido, o que ocasiona a formação das úlceras pépticas nos órgãos em questão.

O uso a longo prazo de antiinflamatórios não-esteróides (AINEs), como a aspirina e ibuprofeno, também pode estar entre as causas da úlcera péptica, pois sua substâncias reduzem as enzimas que provocam sintomas como dor ou febre. Entre estas enzimas, há um tipo que produz um componente que serve de proteção ao revestimento do estômago, assim, a medicação pode tornar essa área mais vulnerável.

Quem desenvolve

Mulheres, pessoas com 70 anos ou mais, quem costuma tomar antiinflamatórios não-esteróides (AINEs) continuamente, quem já teve a lesão antes, quem toma outros medicamentos como corticosteróides e medicamentos para aumentar a massa óssea, pessoas que bebem álcool ou fumam estão mais sujeitas a ter a úlcera péptica.  

Pessoas com infecção da bactéria H. pylori, em que muitas vezes, a infecção permanece silenciosa durante anos. Geralmente ocasionada na infância, as crianças não costumam desenvolver a úlcera péptica, mas adultos com a infecção de H. pylori têm leve possibilidade. A contaminação com a bactéria pode estar relacionada com alimentos e água impuros, utensílios para comer sujos, contato com a saliva de uma pessoa infectada e outros fluidos corporais, incluindo beijos.

Quanto aos tumores causados pela síndrome de Zollinger-Ellison (ZES), qualquer um está sujeito, principalmente homens de 30 a 50 anos e crianças com pai com neoplasia endócrina múltipla tipo 1, porém, a enfermidade é realmente muito rara.

Sintomas

Para ajudar a identificar o problema, é preciso ficar atento aos sintomas, sendo o principal uma dor incômoda ou ardente, com duração variada, na área entre o umbigo e o esterno, geralmente quando o estômago está vazio. A dor pode ir e vir por vários dias, semanas ou meses, ao se alimentar ou fazer a ingestão de antiácidos, no qual a dor costuma parar logo em seguida. Os sintomas podem ser leves e podem incluir inchaço, arrotos, redução no apetite e perda de peso. Por este motivo, é sempre importante fazer a verificação com o médico.

Complicações

Quem possui úlcera péptica pode ter também outros problemas, como o rompimento e sangramento de vasos sanguíneos do estômago ou do intestino delgado, perfuração destes órgãos, bloqueios que podem impedir que a comida se mova do estômago para o duodeno, e inflamação do revestimento da cavidade abdominal (peritonite).

 

Fonte - National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases (NIDDK)

 

(47) 3222-3344 Seg. à Sex. das 07hs às 18:30hs
Sábado somente com horário marcado
Entrega de resultado: Seg. à Sex das 08hs às 18hs
Sobreaviso 24 horas - (47) 3036-6000
LocalizaçãoClique e veja no mapa